4 motivos para aprender C#

4 motivos para aprender C#

Todo programador conhece a história: escolher uma linguagem de programação não é uma tarefa fácil. Além de levar em consideração quais são os modelos mais versáteis ou acessíveis, os profissionais ainda precisam avaliar, acima de tudo, qual é o posicionamento do mercado. Sim, apesar da preferência pessoal, oferta e procura também é um fator determinante para fazer essa escolha, afinal de contas, de nada adianta aprender uma linguagem que não é mais usada, ou que ficou obsoleta aos olhos das empresas.

Afinal, quais são as linguagens mais procuradas atualmente? Além do Java, PHP, Delphi, C e C++, dentre outros, um dos modelos que está em franca expansão é o C#. Desenvolvido pela Microsoft em 2000 para competir com o Java, a C# pretende oferecer uma linguagem acessível e corrigir problemas encontrados nos rivais. A grande questão é que, atualmente, as empresas têm procurado muito por profissionais com esse tipo de conhecimento, mas poucos têm investido na área. Quer conhecer os benefícios de se fazer um curso de C#? Confira nesse post!

Grandes recursos: C# e a junção do melhor de cada linguagem

A C# começou com uma grande vantagem quando foi criada, pois, na época, já havia uma série de linguagens disponíveis no mercado, como Delphi, Java e C++. Sendo assim, a Microsoft pôde trabalhar tendo em vista as falhas e as qualidades de cada uma das linguagens, extraindo o melhor de cada uma delas e procurando suprimir quaisquer limitações. O resultado foi a criação de uma linguagem poderosa, destinada especialmente para a plataforma .Net.

Linguagem acessível: uma alternativa para os iniciantes

Como a base da C# está em linguagens como Delphi, C++ e Java, ela acaba sendo bastante interessante para novos programadores, cuja base acadêmica é fundamentada basicamente nesse tipo de linguagem. Desta forma, quando começa a aprender a C#, normalmente os usuários não encontram muitos problemas, não precisando, inclusive, mudar de forma radical a forma de programar ou o foco nos estudos sobre as outras linguagens necessárias para o seu trabalho.

Problemas corrigidos: comparação com o Java

Dentre as principais diferenças entre a programação C# e a Java, é o fato de que, enquanto que na primeira os programas na arquitetura .Net são compilados, na segunda são normalmente interpretados. Destaca-se, ainda, o fato de que o C# tem enumerações extremamente tipadas, que são incompatíveis com outras enumerações, enquanto que, no Java, o uso de strings é comum — além de não ser tipado, tem um curso de performance normalmente alto.

Diversificação de habilidades: esteja pronto para o mercado

A grande verdade é que todas as empresas têm procurado bastante por programadores que sabem usar Java ou C#. Para não perder nenhuma oportunidade de trabalho ou, até mesmo, ou freelance, é fundamental estar inteirado e diversificar o currículo, se adaptando às necessidades em cada caso específico. Conhecer C# significa, portanto, abrir novas portas no mercado de trabalho e, ao mesmo tempo, ampliar seus conhecimentos como profissional.

Quer saber mais sobre o assunto? Acesse o nosso site e confira todos os nossos cursos disponíveis!

 

Compartilhar

Comentários (4)

  • Max Reply

    Muito bom a matéria, bem esclarecedor.

    17 de julho de 2015 at 00:24
  • Letícia Reply

    Post muito interessante. Parabéns!

    31 de outubro de 2015 at 22:55
  • Marcos Dissotti Reply

    Execelente matéria, mas você poderia dar enfase a comparação entre Java e C#, não entendi muito bem e também seria uma matéria totalmente estigante, fica a dica, vlw brow!

    Att.
    Marcos Dissotti

    8 de fevereiro de 2016 at 21:18
  • N Reply

    Bom!

    21 de novembro de 2016 at 15:36

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Cadastre seu email

Quero Receber Novidades, Ofertas e Vagas de empregos